Notícias Gerais

  • Correndo contra o tempo!

    Correndo contra o tempo!
    A saúde pública brasileira, não é segredo, corre contra o tempo quando o assunto é recursos, investimentos, medicina de ponta. Com efeito, sofre o paciente, que em muitos casos não tem acesso às terapias que permitiriam o diagnóstico precoce de doenças graves, muitas fatais, embora reversíveis. 

    O câncer é um desses males, conforme ficou comprovado, recentemente, por relatório elaborado por 50 entidades brasileiras de combate à doença. O objetivo do trabalho foi o de colaborar com as políticas públicas, apontando caminhos e soluções ao Ministério da Saúde.Nos apontamentos do relatório, dados chamam atenção. 

    O início médio a um tratamento convencional de combate ao câncer demora em média 120 dias, quando a legislação brasileira assegura que, pela rede pública, não pode ultrapassar a 60 dias.Mais de 60% dos pacientes recebem o diagnóstico dos mais diversos tipos de tumores, quando eles se apresentam em estágio avançado. 

    O câncer de pulmão é um exemplo; mais de 85% são descobertos tardiamente.O câncer da próstata também ilustra as falhas cometidas pelas políticas públicas, na avaliação das entidades. Em muitos casos é tratado tardiamente, quando a medicina já oferece inclusive terapias avançadas, não invasivas do tumor da próstata. Correr contra o tempo, na medicina, significa tirar um tempo precioso da vida de uma pessoa!